25 de fev de 2012

“MANÉ SIBITO”| Caldeirão Político

“MANÉ SIBITO”| Caldeirão Político


“MANÉ SIBITO”
Postada em: Sexta, 24 de Fevereiro de 2012 às 10h50 | Posts 2113
“MANÉ SIBITO”


Escreveu: Francisco Alves Cardoso - 24/02/2012
Analisando o título, parece mais um histórico de menosprezo: “Mané”, uma palavra muito usada como tratamento desagradável a pessoa, e “Sibito” um dos pássaros menores do universo da fauna.



Nada disso, estamos falando de um valor histórico, um mito da cultura sertaneja paraibana, até hoje esquecido pelos conterrâneos e pelos que administram os nossos movimentos culturais, de um modo geral.


“Mané Sibito” era uma das figuras mais conhecidas em Sousa, até bem pouco tempo. O homem do famoso fole de oito baixos, que desfilava pelas ruas da cidade animando os festejos, especialmente no período carnavalesco. Ninguém podia imaginar os carnavais na Cidade Sorriso sem a presença de “Seu Mané”, um homem de pequena estatura, simples, humilde, pobre, no entanto muito respeitado por todos. Na sua casa desprovida, trabalhava consertando fole e outros afazeres domésticos. Não sabia dizer “não” e nem menosprezar qualquer ser humano que lhe procurasse.


Levou toda uma vida de simplicidade e de respeito ao semelhante. A única vaidade que tinha com força era executar músicas no seu fole tão estimado pelos sousenses.


Mas, o brasileiro tem mania de esquecer os seus valores culturais. Morreu “Mané Sibito”, morreu a sua história. Ninguém relembra o seu passado de alegria, a sua passagem pela terra de tantas culturas, de tantas glórias.


Já bem velhinho, ainda desfilava num carro sem capota, principalmente no período momesco, tocando pelas ruas de Sousa, parando em alguns lugares para alegrar os foliões. Esse era o seu desejo: “tocar, animar, alegrar os amigos”.


A direção do Festival de Músicas Gonzagueanas - FESMUZA, promovido pelo “Caldeirão Político” e Grupo União São Francisco vai prestar significativa homenagem a “Mané Sibito”, por ocasião do evento, em agosto próximo, dentro das comemorações dos cem anos de nascimento de Luiz Gonzaga, o “Rei do Baião”.


O V FESMUZA será realizado nos dias 16, 17 e 18 de agosto do corrente ano de 2012, na Fazenda Cidade, município de São João do Rio do Peixe, e uma das finalidades principais é enaltecer a cultura através de nomes famosos da música, das artes cênicas, poesia, folclore e artistas que brilharam nos sertões paraibanos e que não podem ser esquecidos. Foi criado em primeiro lugar, para reverenciar a memória do Gonzagão, e rebuscar os seus seguidores que fazem parte de uma história de valorização do nosso eixo cultural.


A Comissão Organizadora já iniciou a busca de dados do legendário “Mané Sibito”, junto a pessoas que conheceram a sua luta, como também fotografias e depoimentos que vão servir para a formação da história desse menestrel que cantou e encantou décadas na região da Grande Sousa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário