16 de jul de 2011

  • Sotaques do Fole toca em Marialva

  • André Simões
 
AAA




O grupo Sotaques do Fole, que trabalha com a música regional gaúcha, apresenta-se
 hoje em Marialva como parte da programação do projeto Sonora Brasil, 
promovido pelo Sesc. O show começa às 20h, na Casa de Cultura 
Hélio Depieri (Rua Formosa, 1215).
Divulgação
Sotaques do fole: tradição gaúcha
O conjunto é formado pelos músicos Gilberto Monteiro (gaita-ponto), Eduardo Cantero (violão) e Fernando Gorrie (percussão). Monteiro, 52, notabilizou-se como um dos mais importantes músicos do Rio Grande do Sul, já tendo se apresentado nos Estados Unidos e diversos países da Europa e da América Latina ao longo de mais de 30 anos de carreira. Ele é o autor do tema "Milonga Para as Missões", que abre os shows da dupla Victor e Leo.
"Não há nada mais universal do que o regional", diz Monteiro em entrevista para O Diário, prometendo na apresentação de hoje um repertório composto por vaneras e vanerões, chamamés, chamarritas, contrapassos, xotes, bugios, milongas e rancheiras. "Buscamos reviver a formação de nossa música, que está esquecida pelas rádios", afirma.
No show de hoje em Marialva, Monteiro executará composições próprias e temas de antigos compositores da tradição gaúcha, muitos dos quais nunca foram gravados e agora recebem a homenagem do músico.
Mesmo sendo reconhecido como um dos maiores virtuoses em seu instrumento, Monteiro tem uma postura modesta, atribuindo a habilidade à prática. "Se pegar a técnica, estudar e se exercitar, não é difícil não. Meu instrumento é diatônico [todas as notas pertencem a uma determinada tonalidade], até que é de simples execução", diz.
A gaita-ponto, também conhecida como gaita de duas conversas ou acordeona de oito baixos, funciona pelo sistema chamado de "voz trocada", pois cada botão produz dois sons distintos, dependendo da direção do movimento do fole. Mais informações sobre o show podem ser obtidas pelo telefone (44) 3232-8354.

Nenhum comentário:

Postar um comentário