15 de dez de 2009

DONA GRACINHA E SUA SANFONA NO CAFÉ DA RUA 8 DA ASA NORTE DE BRASÍLIA-DF- BRASIL

O cenário da sanfona de 8 baixos se consolidou como eminentemente masculino. Exceção à regra, Chiquinha Gonzaga, irmã de Gonzagão, que, ainda assim, não assumiu a carreira de solista, desenvolvendo - se mais como intérprete e cantora. Em 1979, o selo Esquema, lançou um álbum intitulado "Elza Maria - a princesinha dos 8 baixos", mas, ao que parece, e não estou completamente certo disso, Elza Maria era apenas um nome de fantasia, como era muito comum na época: as gravadoras registravam o trabalho de um determinado sanfoneiro, e este assinava um contrato de liberação de direitos autorais, recebendo apenas o cachê de gravação. Muitos sanfoneiros se submeteram a este "esquema"...
O que me chamou a atenção neste vídeo não foi tanto a interpretação musical em si, mas o fato, que há uma sanfona de 8 baixos bem tocada, costurando a música, com trechos melódicos e acordes e tocada por uma senhora - Dona Gracinha. Uma rara solista de 8 baixos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário