17 de mar de 2011

" Foles em luto"

Como escreveu nesta manhã o músico Samuel Araújo, " os foles estão em luto". Na madrugada do dia 15 de março, partiu de nosso convívio, a cantora, compositora e sanfoneira Chiquinha Gonzaga.
Chiquinha, vítima de um atropelamento ocorrido em 2009, sofria de complicações agravadas por um tombo ocorrido no ano passado, o que teria lhe conduzido à um quadro de hifrocefalia. Há cerca de alguns meses convalescia em sua residência, em Santa Cruz da Serra,  distrito do município de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. Ontem, ainda havia dúvidas se o velório e enterro ocorreriam no Rio de Janeiro ou se o corpo seria trasladado para Recife. Nesta manhã, recebi o telefonema de Enoque Lima, músico e amigo da família Gonzaga, confirmando que o corpo seria velado em Caxias, Rio de Janeiro.
Desci imediatamente a Serra de Petrópolis, e me encontrei com Enoque por volta de 10:30 hs na entrada do distrito de Santa Cruz da Serra. De lá, seguimos para a casa de Ana Lídia, sobrinha de Chiquinha Gonzaga, onde se concentraram familiares, vizinhos e amigos. Às 13h, um ônibus conduziu as pessoas ao velório,  realizado no Cemitério do Anil, em Duque de Caxias.
Abaixo, algumas imagens do enterro de Francisca Januário dos Santos (1927 - 2011)

Enock Lima e Serrinha

Moraes

Sergio Gonzaga, filho de Chiquinha

Nenhum comentário:

Postar um comentário