14 de dez de 2014

Desabafo

Mesmo diante de minha contribuição crítica para o acordeon no Brasil - sobretudo o acordeon diatônico, vulgarmente chamado de fole, gaita ponto ou sanfona de oito baixos, mediante as comemorações do nascimento de Luiz Gonzaga, institucionalizado como "Dia Nacional do Forró", fiquei decepcionado por não ter sido convidado para participar de nenhum evento neste final de ano. Que esteja aqui registrado meu desabafo. Tenho a consciência do valor concreto de minha atuação no processo de revalorização do fole, sobretudo no estilo nordestino, sobre o qual se concentrou minha pesquisa e atuação nos últimos anos. Hoje, observo o crescente redimensionamento deste instrumento, que estava esquecido e vilipendiado por circunstâncias várias. Enfim, não me estenderei por demais, apenas lamentarei a falta de gratidão e companheirismo que tenho observado. É com tristeza que fecho este ano de 2014,  sem ter a certeza de que perseverarei nesta luta, pois, talvez, a relevância de minha pesquisa tenha fechado um ciclo, e cabe a mim, procurar outro rumo por onde caminhará minha existência futura, sabendo, conscientemente, de tudo o que foi semeado. Que novos ventos tragam novos ares e a esperada renovação ao fole de oito baixos...

Um comentário:

  1. Caro professor e mestre Leo Rugero, em poucas palavras gostaria de lhe conferir a minha solidariedade diante a sua crítica, no entanto assim como os músicos, tocadores, compositores que tiveram a sua marcante passagem e história aqui na terra, o ano de 2014 também se foi.
    Saiba que o seu trabalho e estudo sobre os 08 Baixos são o seu maior legado para a história e perpetuação deste pequeno instrumento, más grandioso na sua potência e harmonia para se tocar um bom e eletrizante forró.
    Saiba que me considero o exemplo vivo da sua influência no meu despertar para admiração deste maravilhoso instrumento. O resultado é que hoje já possuo o meu 08 Baixos e nele posso realizar em cada nota e acorde que aprendo a minha realização pessoal pelo amor a nossa cultura nordestina e mais propriamente o nosso forró Pé de Serra.
    Assim como eu, seguramente outras pessoas anônimas são o fruto do seu trabalho, e isso é o que vale.
    Siga em frente sempre em frente, pois, a verdadeira homenagem é para você que luta pela vida e preservação do nosso 08 Baixos, Pé de Bode, Concertina ou como queiram chamar.
    Que Deus continue lhe intuindo e abençoando a sua trajetória, e acima de tudo o seu notório trabalho de amor a nossa Cultura Nordestina.

    Muito obrigado.
    De Ricardo Lira e com sua permissão... Futuramente, Ricardo dos 08 Baixos.

    ResponderExcluir