26 de out de 2011

Aureliano, pai de Pedro Sertanejo e avô de Oswaldinho do Acordeon

Recentemente, tive a oportunidade de entrevistar Oswaldinho do Acordeon. O enfoque principal da entrevista foi  em torno da herança musical de Pedro Sertanejo e Aureliano, respectivamente pai  e avô de Oswaldinho. Aureliano, assim como Januário, faz parte de uma influente geração de sanfoneiros, que sistematizaram e consolidaram o estilo nordestino da sanfona de oito baixos. Porém, ainda sabemos pouco a respeito destes instrumentistas, oriundos de um período anterior ao percurso fonográfico do instrumento. Deste modo, são raros os registros sonoros ou fotográficos deste período. Aos poucos, com o empenho de colecionadores, aficcionados e familiares, parte desta herança começa a ser reunida, e se torna possível falar sobre o florescimento da sanfona de oito baixos na região Nordeste no início do século XX.
Everaldo Santana, em suas constantes pesquisas em torno deste instrumento, conseguiu obter raras gravações  de Aureliano, e gentilmente confiou ao nosso blog, o privilégio de divulgar esta verdadeira preciosidade. Convém lembrar, como afirma Everaldo, que se trata de uma gravação caseira, "onde foi gravado apenas o som da sanfona de oito baixos sem os instrumentos de percussão". Segundo Everaldo, este disco "é a cara" deste blog, empenhado em descrever a história da sanfona de oito baixos no Brasil, especialmente na região Nordeste, minha área de concentração de pesquisa. Aureliano Félix da Silva foi um respeitado sanfoneiro e afinador de sanfonas do interior da Bahia. Nascido a 16 de junho de 1905, veio a falecer a 23 de julho de 2007, com a idade de 107 anos. Seu neto, o proeminente músico Oswaldinho do Acordeon, lembra de seu avô, nas visitas que fazia com o pai ao sertão baiano. “Meu avô tocava só para ele. Não tocava em festa. Meu pai cresceu ouvindo ele tocar e passou a gostar do instrumento”.



http://www.4shared.com/file/Qj6_aNsJ/Aureliano_Valrio_-_Lembranas_d.html

18 de out de 2011

Negrão dos Oito Baixos - Vamos Dançar

Negrão dos oito baixos foi um proeminente sanfoneiro baiano, natural de Ipirá, município que concentra uma quantidade expressiva de praticantes deste instrumento. A carreira fonográfica de Negrão pode ser divida em duas fases. Uma primeira, com ênfase na música instrumental, e a segunda fase, na qual ele incorpora forte influência do forró de duplo sentido, ramo do forró de letras picantes, onde o enunciado das palavras produz cacófatos, ou sugere, através da proximidade de palavras, um sentido sexual implícito ao que se diz. Expediente antigo em letras de música, que se tornou carro-chefe da vendagem de discos no final dos anos 70, e passou a guiar a carreira deste sanfoneiro.
Este disco, "Vamos dançar"foi lançado pelo selo ACM, gravadora SOM, em 1976,  marca a transição entre as duas fases, entre o instrumentista dos primeiros tempos e o cantor que estava por vir. Neste trabalho, temos alguns dos primeiros exemplos de Negrão como intérprete vocal, notadamente no merengues "No lado de cá"e "Merengue da Bahia", e no carimbó "Linda Morena". Neste período, o merengue dominicano e o carimbó nortista arrastavam as sandálias nos salões e eram muito gravados. Porém, o instrumentista estava no auge da forma e se destaca em belos temas instrumentais. "Só de leve" é um lindo merengue, onde ecoa a influência de Abdias, que, ao lado do percussionista e compositor Pedro Sorongo, foi o mais relevantedivulgador deste gênero entre nós. Os forrós instrumentais não poderiam ficar de fora, e estão bem representados em "Cheio de piegas", "Riscadinho", a faixa título "Vamos Dançar"e "Farrista".
Enfim, um bom disco do saudoso Negrão, um sanfoneiro que assegurou seu lugar na história fonográfica da sanfona de oito baixos.
Boa escuta!




http://www.4shared.com/file/Idv-fOZ0/Negrao_dos_8_baixos_-_Vamos_Da.html

16 de out de 2011

Lêda Dias & o fole de 8 baixos

Uma das faixas do belo CD de estréia de Lêda Dias é a parceria de Dominguinhos e Climério, intitulada "oito baixos". Não me recordava desta música, que ganhou uma interpretação inspirada da escritora, historiadora e cantora recifense. Trabalho que merece ser ouvido.O disco de Lêda está concerrendo ao troféu Ancipe 2011, premiação realizada anualmente para condecorar os melhores CDs produzidos em Recife. Transcrevo abaixo a letra desta música. Uma verdadeira pérola
 Oito Baixos (Dominguinhos - Climério)
Salve Deus a criação 
que deu voz ao povo mudo 
deu casa e sustentação 
deu graça e conteúdo 
 Bem sabe Mestre Chicão 
dos oito baixos vem tudo 
 dá sentido ao baião 
 Deus salve o santo ofício 
deste tocar jamais visto 
 viva Manuel Maurício 
que Deus guarde Zé Calixto 
debaixo da lua cheia 
ouvir Geraldo Correia 
ou Pedro Sertanejo 
 É mais bonito que adeus 
carícias em harmonias
 Zé do X e Seu Dideus 
oito baixos de Abdias 
 toque tem um brilho
que traz o céu para o chão 
e nas mãos de Gerson Filho 
o  fole é o meu coração

Estevão dos 8 Baixos - Na churrascaria Cabana Show


Video gravado por Zé Santana dos 8 Baixos, na Churrascaria Cabana Show localizada na Estrada Pirajussara-Valo Velho Nº 853 no Jd. Mitsutani - São Paulo SP. Este Show foi organizado pelo Lene dos 8 Baixos, que possui uma equipe de sanfoneiros e percussionistas que tocam com êle nos eventos.
Telefones para contato: 11-41491092 - 11-47821272 - 11-81854987

Dominguinhos dos 8 Baixos - Na Churrascaria Cabana Show


Dominguinhos dos 8 Baixos toca na Currascaria Cabana Show no evento organizado pelo Lene dos 8 Baixos. Neste video o Dominguinhos está sendo acompanhado pelo percussionista "Zé Raimundo" e pelo zabumbeiro "Boi".
Lene do 8 Baixos tem uma equipe de Sanfoneiros de 8 Baixos que tocam com êle nos eventos.
Telefones para contatos:
11-41491092 - 11-47821272 - 11-81854987

Evaristo dos 8 Baixos - em Ipirá


Contribuição de Everaldo Santana
"Video gravado pelo Tico dos 8 Baixos na zona rural da Cidade de Ipirá estado da Bahia. Evaristo dos 8 Baixos é primo do Tico dos 8 Baixos".

Tico dos 8 baixos documentou sua viagem em Ipirá, no sertão da Bahia. Sem dúvida, este município é uma das maiores concentrações de tocadores de fole que já tivemos notícia, comparando-se aos municípios de Salgueiro e Santa Cruz do Capibaribe, em Pernambuco, e ao município de Dom Inocêncio no Piauí. Muitos sanfoneiros de Ipirá migraram para São Paulo, sobretudo na década de 1970. Entre eles, o saudoso Negrão dos oito baixos, dono de uma expressiva discografia.
Parabéns ao Tico por sua prestimosa docimentação e a Everaldo Santana, em seu empenho na edição e postagem destes importantes documentos.

Quinka dos 8 Baixos - Em Feira de Santana


Contribuição de Everaldo Santana
"Video gravado pelo Tico dos 8 Baixos na casa do Quinka dos 8 Baixos na cidade de Feira de Santana no Estado da Bahia. Esse vídeo foi gravado no mês de julho de 2010."

De fato, este video representa um registro histórico. Um dos últimos depoimentos - senão o último, de Quinka dos oito baixos, falecido recentemente. Na ocasião, ele já estava lutando contra o câncer.

3 de out de 2011

Tico dos 8 Baixos e Luizinho Calixto Na Casa do Lene dos 8 Baixos


Tico dos Oito Baixos e Luizinho Calixto tcoando juntos em São Paulo, na casa de Lene dos oito baixos. Mais um video da pesada enviado por Everaldo Santana!