14 de dez de 2014

Desabafo

Mesmo diante de minha contribuição crítica para o acordeon no Brasil - sobretudo o acordeon diatônico, vulgarmente chamado de fole, gaita ponto ou sanfona de oito baixos, mediante as comemorações do nascimento de Luiz Gonzaga, institucionalizado como "Dia Nacional do Forró", fiquei decepcionado por não ter sido convidado para participar de nenhum evento neste final de ano. Que esteja aqui registrado meu desabafo. Tenho a consciência do valor concreto de minha atuação no processo de revalorização do fole, sobretudo no estilo nordestino, sobre o qual se concentrou minha pesquisa e atuação nos últimos anos. Hoje, observo o crescente redimensionamento deste instrumento, que estava esquecido e vilipendiado por circunstâncias várias. Enfim, não me estenderei por demais, apenas lamentarei a falta de gratidão e companheirismo que tenho observado. É com tristeza que fecho este ano de 2014,  sem ter a certeza de que perseverarei nesta luta, pois, talvez, a relevância de minha pesquisa tenha fechado um ciclo, e cabe a mim, procurar outro rumo por onde caminhará minha existência futura, sabendo, conscientemente, de tudo o que foi semeado. Que novos ventos tragam novos ares e a esperada renovação ao fole de oito baixos...