16 de ago de 2013

Com Respeito aos Oito Baixos - lançamento do filme


  Entre os dias 8 e 28 de julho, estive na região Nordeste para algumas exibições de lançamento do filme "Com Respeito aos Oito Baixos". Este filme foi viabilizado através do Prêmio Funarte Centenário de Luiz Gonzaga 2012. Filmado nos estados de Pernambuco, Paraíba e Rio de Janeiro, o argumento principal do filme consiste em refazer o percurso da pesquisa de campo empreendida durante minha dissertação de mestrado homônima, defendida na Escola de Música da UFRJ, na área de musicologia.
As filmagens foram realizadas entre setembro e outubro de 2012, num trajeto percorrido desde o sertão do Araripe ao Agreste paraíbano. Mais informações sobre a elaboração do filme no link http://www.forroemvinil.com/filme-documentario-com-respeito-aos-oito-baixos
As exibições ocorreram nos seguintes lugares: 13 de julho, estreia oficial na Praça da Matriz em Exu, município do Araripe pernambucano e cidade natal de Luiz Gonzaga; 17 de julho, Arcoverde, no Ponto de Cultura Orquestra Sertão; 24 de julho, Recife, no restaurante Arriégua. 
Durante a viagem foram concedidas entrevistas em programas de rádio, televisão e jornais, no intuito não apenas de divulgar o filme, mas de estimular a renovação da prática da sanfona de oito baixos na região Nordeste.

13 de julho - Exu

Em Exu, a exibição do filme recebeu o apoio da Secretaria de Cultura e Esportes do Exu. Não poderíamos deixar de mencionar Lello Santana, que, de imediato, se prontificou para organizar o lançamento do filme e da secretária de cultura de Exu, Helenilda Moreira, cujo empenho e dinamismo deve servir de exemplo a pessoas que assumem postos de autoridade na área cultural.

                                                   Telão montado especialmente para a estreia do filme em Exu

A estreia em Exu contou com a abertura realizada pelos alunos do Projeto Asa Branca, coordenado por Aline Justino. O encerramento terminou em forró aquecido nos oito baixos com Joquinha Gonzaga e Léo Rugero.

Da esquerda para a direita: Marlla Tavares, Joquinha Gonzaga, Helenilda Moreira e Léo Rugero; Na 1a foto acima, Lello Santana ao fundo.

17 de julho - Arcoverde

Arcoverde, conhecido como "Encruzilhada do Sertão", é um encantador município do sertão central pernambucano. No passado, a condição de entreposto comercial fez desta cidade um ponto de cruzamento de vaqueiros, cangaçeiros, comerciantes, índios, negros escravizados dos engenhos de cana, enfim, um verdadeiro cadinho cultural. Isso faz desta cidade um ambiente efervescente de um centro urbano, embora seja um município relativamente pequeno. Em Arcoverde, devo especiaias agradecimentos ao grande músico e amigo Cacau Arcoverde, cuja música espelha e sintetiza as impressões que tive de sua cidade natal. A exibição em Arcoverde não poderia ter sido mais oportuna, tendo sido seguida por um bate-papo com a atenta plateia e no final, um forró com a participação de Cacau ao zabumba e mais dois mestres de coco. Inesquecível!

                                                                            Léo Rugero e Cacau Arcoverde
A exibição ocorreu no Ponto de Cultura Orquestra Sertão, coordenado por Lula Moreira e Cacau Arcoverde. 

24 de julho - Recife

Por fim, foi realizada a exibição em Recife, no restaurante Arriégua de Luiz Ceará, ponto de encontro de forrozeiros na capital pernambucana. Com um palco improvisado em meio ao restaurante, as ilustres presenças de Anselmo Alves, Lêda Dias, Truvinca e Severino dos Oito Baixos conferiu certa sobriedade à exibição. Infelizmente, não houve registro fotográfico do evento. 

A trajetória do filme segue adiante, tendo já confirmado em novembro, a exibição no festival Rootstock, em São Paulo.

E vamos em frente...

9 de ago de 2013

8º Encontro de Sanfoneiros de Teresópolis


terça-feira, 28 de maio de 2013

O 8º Encontro de Sanfoneiros de Teresópolis foi o maior de todas as edições

O Encontro de Sanfoneiros de Teresópolis, edição 2013, foi o nosso grande festival, com mais investimentos do Sesc, mais parceiros, maior divulgação na mídia local e nacional. Fomos notícia no G1, site oficial do Sesc, jornal O Diário de Teresópolis, TVs de Teresópolis e até sites de fortaleza como o Festaleza.
O festival foi brilhante desde a abertura oficial com o produtor Cândido Neto que abriu o evento e tocou a Milonga para as Missões e Stereo Love com os parceiros acordeonistas Alex Wey e André Gandra. Logo depois foi a vez do grande acordeonista Rafael Meninão e o Trio Rapacuia que é o Rafael, o Rogério e o Fernando, uma galera nota 1000.
Depois do Trio chegou a vez da atração mais esperada da noite: a cantora cearense Amelinha que levou a platéia ao delírio com canções inesquecíveis dos anos 80 e outras do DVD novo Janelas do Brasil. Amelinha estava linda no palco acompanhada por sua banda maravilhosa que além de levar o público a cantar seus antigos sucessos, também levou a galera a dançar muito já no clima de São João cantando marchinhas como "Olha pro céu meu amor, Gemedeira e Romance da Lua, dentre outras". Foi uma noite inesquecível para as mais de 800 pessoas que lotaram o Sesc Teresópolis.


No segundo dia (24/05) tivemos o lançamento do filme "Com Respeito aos 8 Baixos" do pesquisador Léo Rugero que conversou com o público e fez uma bela apresentação de 8 baixos acompanhado do percussionista Anderson Sabagini, seguindo com o Forró Tradição no Sesc Café com os nossos grandes acordeonistas veteranos Seu Timbira, Seu Zé Lopes, Seu Edson do Acordeom e Batista do Forró, ícones da sanfona na região serrana do Rio de Janeiro.


O terceiro dia começou cedo com a oficina de acordeom com Marcelo Caldi, reunindo músicos e interessados no instrumento. Mais tarde o Marcelo Caldi lançou o seu livro "Luiz Gonzaga, tem Sanfona no Choro" com a presença do coautor Fernando Gasparini, e às 17 horas foi o momento mais esperado que é quando se apresentam os acordeonistas de Teresópolis e alguns pontos do estado do RJ. Se apresentaram as acordeonistas Sônia Pries e Erocedes, e os acordeonistas Daniel Vieira, Amado Rodrigues, José Lopes, Geraldo Pereira, Batista do Forró, Seu Timbira, Leandro Lopes, Edson do Acordeom, André Gandra, Alex Wey e Cândido Neto. Todos tocaram a música Asa Branca no final como tem sido nestes 8 anos. Esta apresentação do sábado começou às 17h e terminou às 20 h e 20 minutos.





O 8º Encontro de Sanfoneiros de Teresópolis terminou no domingo (26/05) com um show lindo do Marcelo Caldi, pra lavar a alma. O show do Caldi é muito bom, a platéia vibrou e já tinha muita gente dizendo que ele tem que voltar no próximo ano. O cara toca, canta e compõe muito bem... é um show que só você assistindo pra se ter uma ideia. BRAVO!!!


ENTREVISTA COM LÉO RUGERO CINEASTA E MÚSICO