13 de jun de 2009

Encontro de sanfoneiros de 8 baixos

1º Encontro de Sanfoneiro de Sanfona de 8 Baixos Os sanfoneiros Zé Calixto, Luizinho calixto, Rato Branco e Landinho Pé de Bode apresentam o melhor do forró pra não deixar ninguém parado. >> 20h, Gratuito, Largo Pedro Archanjo

Hoje ocorre mais um evento que marca a revalorização da sanfona de 8 baixos.Malogrado duas décadas em que o instrumento chegou ao limite de ser colocado como em vias de extinção, ressurge gradualmente o interesse na prática da sanfona de 8 baixos. Assim, criam-se novas possibilidades para os profissionais da sanfona na área de educação musical, transmitindo seus saberes, bem como, na área da prática, onde surgem novos espaços e projetos de formação de uma nova platéia e reintegração de uma platéia antiga, mas que andava carente de apresentações de sanfoneiros.
Este Encontro de sanfoneiros de 8 baixos, promovido pelo IPAC - Instituto de Patrimônio artistico e cultural da Bahia, é de suma importância, estando inserido neste contexto da revalorização. Estarão presentes, Zé Calixto e Luizinho Calixto, dois grandes mestres do fole de 8 baixos, oriundos de Lagoa Seca, Paraiba. Zé é um dos últimos remanescentes da "geração de ouro" dos 8 baixos, e soma 50 anos recém-completos de carreira profissional. Luzinho, seu irmão, inicialmente discipulo de Zé Calixto, tomou um rumo proprio, incorporando novas influ^encias como a Bossa-Nova.
Atrações inusitadas são Landinho pé-de-bode, que reside na histórica Canudos, e Rato Branco, um virtuose que andava sumido dos grandes palcos.
Parabéns à prefeitura da Bahia pelo valoroso acontecimento!

6 de jun de 2009

Geraldo Correia

Geraldo Correa é um destacado sanfoneiro pernambucano. Iniciou sua carreira fonográfica no Rio de Janeiro, por intermédio de Jackson do Pandeiro, em 1964, pela gravadora Philips, que na ocasião investia em valores da sanfona como Zé Calixto. No entanto, sua carreira principia bem antes, nas feiras e cabarés de sua terra natal, Campina Grande. O depoimento acima é de grande importância, pois atualmente este músico octogenário vive distante dos palcos, sendo um dos ultimos remanescentes da "geração de ouro" dos 8 baixos.